Mônica Salmaso & Quarteto Maogani

29 de novembro de 2019 19:30 - 21:30

O encontro de elegância e ineditismo da cantora com o quarteto de violões acontece no palco do Teatro Rival no dia 29 de novembro.

A cantora Mônica Salmaso e o Quarteto Maogani fazem um encontro raro e inédito no Rio de Janeiro à convite do Teatro Rival.

Em depoimento a cantora conta como será este show:

O Quarteto Maogani nasceu em 1995, ano em que eu gravei meu primeiro CD “Afro Sambas”com o violonista, compositor e arranjador Paulo Bellinati. Ano em que eu conto também como foi meu início de carreira. Nosso primeiro encontro foi justamente em um show dos “Afro Sambas”, em São Paulo quando os “Maoganis” vieram conversar comigo e me apresentaram o trabalho deles.

Em 2001, a gente se reencontrou para a gravação da música Guingando, uma homenagem de Edu Kneip e Mauro Aguiar (e, claro, do Maogani por gravá-la em seu segundo cd Cordas Cruzadas) ao Guinga, também violonista e gênio da composição brasileira atual, com quem minha carreira também se cruzou de uma maneira muito importante. Temos, eu e o Maogani, portanto, uma identidade musical já de início, pelas nossas referências, idades, tempos de estrada. Trabalho impecável, trabalho cheio de trabalho. Uma honra para essa nossa profissão. Fazer sempre o melhor, com o máximo de cuidado.

Desde então a gente passou a se encontrar em alguns projetos e gravações, sempre felizes, sempre “em casa” e sempre musicalmente lindos. Com Paulo Aragão, que gravou e fez comigo a turnê do Corpo de Baile comigo, além do projeto recém-nascido em homenagem ao Wilson Baptista, a relação musical se estreitou ainda mais, a ponto de ele se dispor a escrever arranjos novos para este encontro no Teatro Rival. Vamos, então, festejar esta nova oportunidade de encontro e estrear arranjos novos. Pra mim, é uma alegria extrema estar novamente com eles.

Mônica Salmaso

O repertório trará algumas canções: Ave Maria (Erothides de Campos), Chovendo na roseira (Tom Jobim), Easy to love (Cole Porter), Retiro (Paulinho da Viola), Cabrochinha (Mauricio Carrilho e Paulo César Pinheiro), Porto de madama (Guinga), Nem mais um pio (Guinga), Guingando (Edu Kneip e Mauro Aguiar), Leilão (Hekel Tavares), Fonte abandonada (Guinga e Paulo César Pinheiro).

O Quarteto Maogani, que tocam juntos desde 1995, têm formação clássica, mas vêm se dedicando principalmente à música popular brasileira. O Maogani é formado por Carlos Chaves, Paulo Aragão, Marcos Alves e Maurício Marques.


Serviço

Teatro Rival – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Informações: (21) 2240-9796. Data: 29 de novembro (Sexta-feira). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 90,00 (Inteira),R$ 45,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp. Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 21h Censura: 18 anos. www.teatrorival.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudantes, Idosos, Professores da Rede Pública e Assinantes O Globo